terça-feira, 31 de outubro de 2017

3 mundos gasosos podem abrir portas de grande mistério astronómico

Representação artística de um exoplaneta

Astrónomos europeus, juntamente com a sonda de exoplanetas SuperWASP, detectaram três novos gigantescos mundos gasosos extraterrestres.

A SuperWASP utiliza o observatório espanhol Roque de los Muchachos e o Observatório Astronómico Sul-Africano para descobrir exoplanetas. Ambos os centros possuem oito câmaras com grande angular que monitorizam os eventos planetários de transição – quando planetas passam em frente a suas estrelas, permitindo-lhes ser notados por telescópios humanos.

Os três planetas foram descobertos orbitando três estrelas: WASP-151, WASP-153 e WASP-156.

"Comunicamos a descoberta de três exoplanetas de transição pela SuperWasp e pelo espectrógrafo SOPHIE com massa e raio 15% mais precisos", escrevem astrónomos da Universidade do Porto, Portugal.

Dois dos três planetas são "Saturnos quentes", grandes e com baixa densidade de gás por se encontrarem perto de suas estrelas. O maior dos dois, WASP-153b, tem um raio 1,86 vezes maior do que o de Saturno e é 1,03 mais denso. Ambos possuem períodos orbitais de menos de uma semana.

Ao mesmo tempo, o terceiro planeta é uma "super-Neptuno": 2,5 vezes maior do que Neptuno, mas menor do que Saturno, sendo cinco vezes mais maciço do que Neptuno. O terceiro planeta, WASP-156b, dá uma volta completa ao redor de sua estrela em apenas 3,83 dias.

"O terceiro planeta é muito importante e interessante para os astrónomos, porque pouquíssimos super-Neptunos foram descobertos. WASP-156b é o 9° super-Neptuno encontrado em mais de milhares de exoplanetas confirmados."

"Estes três planetas estão perto do deserto de Neptuno, […] podendo dar boas dicas quanto à natureza do deserto", diz-se no relatório.

Ler mais AQUI

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...