quarta-feira, 9 de maio de 2018

A Nasa observa um asteróide que parece um "pato de borracha" é grande o suficiente para causar sérios danos à Terra.

Resultado de imagem para asteróide 'Rubber ducky'

Os asteróides nem sempre são as grandes rochas do dia do juízo final retratadas em filmes e imagens. A Nasa encontrou um asteroide que se parece com um "patinho de borracha", mas é tão assustador que nenhum humano gostaria que ele pousasse no seu banho.

A Nasa vislumbra um asteróide que parece um "pato de borracha" e é grande o suficiente para destruir uma cidade
A gigantesca rocha espacial está longe de ser tão fofa quanto parece (Foto: Nasa)

Foram divulgados novos detalhes de um objecto chamado 2014 JO25, que tem aproximadamente 650 metros de diâmetro e passou a 4,6 quilómetros da Terra no dia 19 de abril de 2017. 

"A aparência geral do asteroide, depende do ângulo de visão, é vagamente uma reminiscência de um amendoim torto, ou um patinho de borracha", escreveu a Nasa. 

"A forma geral do asteroide também se assemelha ao já famoso núcleo de borracha em forma de patinho do Cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko que foi recentemente explorado pela sonda Rosetta da Agência Espacial Europeia." 

A Nasa detecta um asteróide que parece um 'pato de borracha' e é grande o suficiente para matar milhões de pessoas. Crédito: cneos
Um número de imagens do asteróide 'pato de borracha' 

A forma estranha da rocha espacial pode ter sido causada pela atracção gravitacional de outros planetas. Também poderia ter acontecido durante uma "colisão lenta" em que dois ou mais objectos se tornaram gradualmente em um. 

"Outra possibilidade é que um asteróide maior e pré-existente foi quebrado por uma colisão com outro objecto, e alguns dos restos remanescentes se re-acumularam pela sua fraca atracção gravitacional mútua em algumas pilhas de entulho individuais que se assentaram umas nas outras, ' escreveu a Nasa.

Se o pato de borracha colidisse com a Terra, explodiria com uma força superior a 3000 mega toneladas, tornando-o muito mais destrutivo que a "Bomba Tsar" russa, que tem um rendimento de 50 mega toneladas. 

Num evento inesperado desta rocha espacial atingindo Londres, ela destruiria toda a cidade, banharia grande parte do sul numa bola de fogo e mataria milhões de pessoas. 

No entanto, a humanidade provavelmente viveria para lutar mais um dia depois desse impacto, mesmo que a bela cidade de Londres, fosse pouco mais que uma cratera fumegante cercada por terras áridas. 

Felizmente, não se acredita que esteja em rota de colisão com a Terra.

Fonte: METRO

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...