terça-feira, 4 de setembro de 2018

Google faz 20 anos e confunde-se com a própria Internet


O mundo não é o mesmo, as pessoas foram formatadas para um novo tipo de sociedade. A Google, que foi fundada no dia 4 de setembro de 1998, tem estado os últimos 20 anos a moldar-nos, ao ponto de muitas vezes a confundirmos com a própria Internet.

Não haverá ninguém que não use produtos da empresa, durante 20 anos criamos vínculos com o Gmail, com o YouTube, com o Android, Chrome, Google Maps e com muitos outros produtos. Geralmente tudo parte da pesquisa, sim, o principal produto da empresa, o Google Search. Agora, o que muitos desconhecem é que o Google nasceu de um erro de escrita.

20 anos de Google

A Google LLC é uma empresa multinacional de serviços online e software sediada na cidade Mountain View, nos Estados Unidos. A empresa hospeda e desenvolve uma série de serviços e produtos baseados na Internet e gera lucro principalmente através da publicidade. A empresa é a principal subsidiária da Alphabet Inc.

Fundada por Larry Page e Sergey Brin, muitas vezes apelidados de “Google Guys”, estes foram os criadores de um dos produtos que mudou a Internet para sempre.

Os dois jovens, à altura com vinte e poucos anos, frequentavam a Universidade Stanford como estudantes de doutoramento quando em 1996 criaram o motor de pesquisa. Mais tarde, em 4 de setembro de 1998, fundaram a empresa que hoje comemora os seus 20 anos.

A missão declarada da empresa desde o início foi “organizar a informação mundial e torná-la universalmente acessível e útil” e seu slogan não oficial era “Não seja mau”. Lema que, com o evoluir da sociedade, deixou de fazer sentido e foi substituído no código de conduta empresarial da Alphabet pela frase “Faça a coisa certa”.

Nome Google nasceu de um erro ortográfico

Os dois jovens, na altura, tinham intenção de registar a sua empresa com um nome muito sugestivo, em termos de quantitativos matemáticos: Googol.

O Googol é a representação fonética do número 10e100, ou seja, o dígito 1 seguido de cem zeros. Este nome fora escolhido para indicar a quantidade de informação que o motor de pesquisa podia processar, o nome também reflete a missão de organizar uma quantidade aparentemente infinita de informações na web. Mas, um erro ortográfico ao escrever Googol passou a ser Google.

Originalmente, o motor de pesquisa Google funcionou dentro do site da Universidade Stanford, com o domínio google.stanford.edu, com os direitos de autor mencionados à universidade no final de sua página à época.

O nome de domínio “Google” foi registado em 15 de setembro de 1997 e a empresa foi constituída em 4 de setembro de 1998. No início, a sua sede ficava na garagem de uma amiga (Susan Wojcicki) em Menlo Park, Califórnia. Craig Silverstein, um colega estudante em Stanford, foi contratado como o primeiro funcionário.

As muitas aquisições da Google e transformações

Em 2001, o Google adquiriu várias empresas, com destaque para pequenas empresas de capital de risco.

Em 2004, o Google adquiriu a Keyhole, Inc. Esta start-up desenvolveu um produto chamado Earth Viewer, que dava uma visão 3-D da Terra. Este serviço foi depois renomeado para Google Earth, em 2005.

Em 2005, a Google comprou o sistema operativo Android Inc, empresa fundada em 2003 por Andy Rubin, Rich Miner, Nick Sears e por Cris White.

Em outubro de 2006, o Google anunciou que havia adquirido o site de partilha de vídeos YouTube por 1,65 mil milhões de dólares em ações da Google e o negócio foi concluído em 13 de novembro de 2006.

Em 13 de abril de 2007, a Google chegou a um acordo para adquirir a DoubleClick por 3,1 mil milhões de dólares, partindo daqui o relacionamento que conhecemos com a publicidade. Nesse mesmo ano, a Google comprou a GrandCentral por 50 milhões de dólares. O site mais tarde seria alterado para Google Voice.

Nasceu uma nova era da navegação web

Em 2008 a Google lança o Google Chrome, um navegador de internet desenvolvido pela empresa com visual minimalista. Foi lançado pela primeira vez em setembro de 2008, compilado com base em componentes de código licenciado como o motor de renderização o WebKit.

Em 5 de agosto de 2009, a Google comprou a sua primeira empresa pública, com a compra da fabricante de softwares de vídeo On2 Technologies por 106,5 milhões de dólares. No mesmo ano a Google também adquiriu a Aardvark, um motor de pesquisa de redes sociais, por 50 milhões de dólares.

Google apostou no hardware, saiu da zona de conforto

Em abril de 2010, a Google anunciou que tinha adquirido uma start-up de hardware, a Agnilux.

Em 2012, a Google adquiriu a Motorola, com o principal objetivo de absorver as suas patentes pagando 12,5 mil milhões de dólares pela empresa. Em 29 de janeiro de 2014 a empresa vendeu a Motorola Mobility à marca chinesa Lenovo por 2,91 mil milhões de dólares.

No início de 2014, a empresa adquiriu por 3,2 mil milhões de dólares, a Nest Labs, empresa que desenvolve alarmes e termostatos inteligentes.

Em janeiro de 2018, a empresa finalizou o acordo, iniciado em setembro de 2017, de aquisição da divisão mobile da HTC por 1,1 mil milhões de dólares.

E hoje?

Hoje a Google é uma das mais importantes empresas do mundo tecnológico, com tentáculos em várias áreas, como no campo espacial, na robótica, na inteligência artificial, na área da saúde e em tudo o que sejam produtos web e comunicações. Uma das mais rentáveis empresa tecnológicas e seguramente a que mais influencia a forma como existimos. Este pequeno resumo seguramente tem muito em comum com cada um de nós, quer pela utilização de produtos quer pela utilização de serviços. Parabéns Google!

Fonte: Pplware

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...