domingo, 19 de janeiro de 2020

As suas fotos no Facebook e Instagram são usadas para sistemas de reconhecimento facial


O conceito de Big Brother, reconhecimento facial e demais vigilância não é novo. Agora, veio-se a saber que o sistema de Inteligência Artificial da Clearview está a usar fotos do Facebook, Instagram e muito mais para alimentar a sua ferramenta.

No total, são mais de três mil milhões de imagens que estão a ser usadas de forma eticamente questionável. Assim sendo, a ferramenta da Clearview pode identificá-lo numa foto a pedido de um estranho.

O mundo tecnológico tem inúmeras vantagens, mas também certos perigos. Os potenciais de algumas tecnologias podem ser elevados ao ponto de causar prejuízo. Estes limites são ainda mais ampliados atualmente, com o Big Data, Internet of Things e Inteligência Artificial.

Os sistemas de videovigilância já existem há vários anos e revelaram-se bastante efetivos para combater a criminalidade. Não obstante, os perigos agora estão associados com a possibilidade de estes serem usados para reconhecimento facial.

Nesse sentido, a Clearview é uma das mais avançadas e está agora sob fogo. Para desenvolver os seus sistemas, a empresa usa fotografias que os internautas publicam nas redes sociais. Segundo o seu fundador, tudo está a ser feito com a respetiva aprovação do Facebook.

Clearview está a recolher milhares de milhões de fotos no Facebook

Em Machine Learning, é importante que a Inteligência Artificial tenha uma base de dados considerável. Desse modo, os resultados alcançados serão cada vez melhores e mais precisos.


A Clearview tem perfeita noção dessa realidade e, por isso mesmo, passou a usar fotos de utilizadores do Facebook, Instagram e demais plataformas online de modo a garantir a evolução da sua tecnologia.

Esta tecnologia de reconhecimento facial está já disponível. Não é acessível por todos, sendo necessário requerer acesso que por norma é facultado a forças de segurança. No entanto, utilizadores online já a experimentaram e partilharam feedback.

Nas redes sociais é possível ver testemunhos que abordam o poderio surpreendente da tecnologia da Clearview. Mesmo pessoas com poucas fotografias na Internet foram identificadas em poucos segundos.
Este caso levanta questões éticas e morais, mas sobretudo de privacidade dos cidadãos. Ao usar sistemas deste estilo para monitorizar a população, tal pode levar a efeitos menos desejáveis.

Apesar dos perigos, esta nova tendência ganha cada vez mais força. As empresas tecnológicas manifestam interesse no reconhecimento facial através dos seus produtos, sendo já desenvolvidas câmaras específicas para o efeito.

Fonte: Pplware

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...